Make your own free website on Tripod.com

Técnica 3 - Reversão

Página Inicial | Introdução | Técnica 1- Exposição da garganta ao Sol. | Técnica 2 - Fricção | Técnica 3 - Reversão | Técnica 4 - Hiperventilação nasal | Quadro-resumo das técnicas | Principais doenças respiratórias e as técnicas | Antibióticos, fármacos e automedicação | Apêndice: a gripe das aves | Fundamentos científicos

 

Reverte e evita resfriados e gripes iminentes e dores de garganta.

caldeira.jpg

Muitos sabem que o frio e a umidade predispõem às gripes e resfriados, apesar de alguns médicos ainda afirmarem o contrário. Porém, poucos estão cientes de que, aos primeiros  sintomas de um resfriado ou de uma gripe, o aumento imediato  do  calor  do corpo  pode evitar a doença ou,  pelo menos, fazer com que esta atue de uma forma muito mais  branda, sem as complicações corriqueiras: sinusites, otites, bronquites, etc.

 

Então, aos  primeiros sintomas de um resfriado ou de uma gripe, ou seja, queda da temperatura do corpo, sensação de frio, mãos e pés frios, calafrios nas costas e na cintura pélvica, espirros  seguidos e profundos, dores de garganta  ou   sensação  da garganta   arranhando, devemos imediatamente aumentar o calor do corpo com agasalhos por, pelo menos, 30 minutos ou pelo  tempo que for necessário para o "superaquecimento" do corpo e desaparecimento dos sintomas.

A reversão pode ser feita também através de um banho bem quente e depois o calor do corpo deverá ser mantido pelo tempo preconizado.

Isto deve ser feito principalmente no inverno ou no frio.   Porém, mesmo durante o verão, esta tentativa deve ser realizada, só que, por menos tempo, pois a recuperação do calor do corpo  será mais rápida, sendo suficientes uns 10  minutos de reversão e o banho deverá ser morno e não quente.

Como a fricção, esta  é uma técnica simples e  intuitiva, mas consideramos a sua aplicação consciente de extrema importância para evitar gripes, resfriados e todas as suas complicações.  Esta técnica também não tem contra indicações.

 

banhoquente.jpg
reversão com banho quente

Durante o verão ou  no calor, muitas vezes basta apenas colocar uma blusa para evitar a infecção, pois esta criará um colchão de ar entre o tecido e a pele evitando os desequilíbrios nas mucosas. Os sintomas de uma infecção iminente no calor em geral são mais sutis do que no frio, porém a reversão é mais rápida.

Evidentemente, que os principais fatores predisponentes nesta época devem ser evitados: choques térmicos, expor-se a ventiladores diretos ou ventos, principalmente com o corpo suado, expor-se a ventos  na entrada  de  frentes  frias, etc.

O afastar-se de imediato destes fatores é muito importante, mas, para tal, é preciso estar consciente de que os mesmos  predispõem à doença, e assim, se você contrair um resfriado, na maioria das vezes saberá exatamente porque o  pegou  e   saberá  cada  vez  mais  como  evitá-lo.

Em suma, se você se resfria muito, deve evitar sentir frio e  os  outros fatores predisponentes e aumentar a taxa média de calor que fornece habitualmente  ao seu corpo, principalmente  durante o frio e os  períodos muito úmidos.  Frente aos sintomas citados de um resfriado iminente, tentar fazer imediatamente  a reversão térmica, imprimindo   mais calor  ao  organismo.

Dependendo da virulência do microrganismo e das condições climático-ambientais, pode ser  necessário a repetição da técnica algumas vezes e  durante alguns dias, pois o vírus continua adsorvido por algum tempo à mucosa da garganta, porém, ainda fora do organismo, sem provocar a infecção.

Se o incômodo na garganta persistir é preciso então  pensar numa infecção bacteriana, e aí, dependendo da gravidade dos sintomas , será necessário o concurso dos antibióticos com orientação médica, principalmente se houver febre muito alta.  Porém, de qualquer modo, manter o corpo bem aquecido no  período  vai ajudar muito  em qualquer processo infeccioso, mesmo porque, não  poderemos aplicar a radiação solar na garganta  por  ela  estar inflamada.

casaco.jpg

As pessoas perceptivas dos sintomas iniciais e do porquê os estão sentindo, têm mais chances de reverter a infecção e aos poucos sempre saberão o momento exato de aplicacar a técnica da reversão. 

Evite sentir frio por um tempo mais prolongado, mas, se não puder  e ocorrerem os sintomas citados, mexa-se, agasalhe-se imediatamente, ou então, faça exercícios vigorosos ou  corra, sempre no sentido de produzir mais calor e aquecer o corpo.

 

A reversão é muito importante para os idosos, que não devem contrair   resfriados e gripes, pois são as maiores vítimas das complicações destes.  No entanto, é o grupo melhor indicado para reverter os processos infecciosos, pois além de se cuidarem mais,  expondo-se menos às intempéries e aos vírus, têm mais tempo para aplicar as técnicas e estão sempre mais atentos.

Importante enfatizar que,  tanto para jovens quanto para idosos, as técnicas partem do pressuposto de que estes sejam saudáveis  e tenham uma alimentação correta, equilibrada, com a injestão habitual de  frutas, verduras e legumes. 

Pela nossa experiência, podemos afirmar que mais de 80% dos resfriados podem ser evitados e/ou revertidos se a técnica da reversão pelo calor  for aplicada logo aos primeiros sintomas da doença. Este índice tende a aumentar ainda mais à medida que a pessoa for se conscientizando dos sintomas iniciais e da necessidade de se aplicar logo a reversão.

 

Às vezes, mesmo após   uma  alteração febril,  a reversão térmica  da infecção pode ser  feita com sucesso se o   calor em excesso  imprimido  for seguido  de  um  longo  repouso   (sono noturno). 

Mesmo que o vírus consiga penetrar a mucosa, o fato de se  ter tentado a reversão faz com que este  produza  efeitos muito  mais atenuados  no organismo, tornando a infecção mais fraca, principalmente se o calor  do corpo   for mantido durante todo período infeccioso de  resfriados e gripes.

 

Isto só ratifica o fato de que o calor é a nossa principal proteção contra essas doenças  e, também,  que o frio diminui  sensivelmente  a   resistência orgânica  às infecções virais ou bacterianas.

Por isso mesmo, gostaríamos de  enfatizar que no Brasil, como em  muitos países de clima quente, quando  o   tempo  esfria  repentinamente  (geralmente na entrada de frentes frias),  é  muito   importante  agasalhar-se convenientemente  e não continuar a usar bermudas, roupas  finas e decotadas ao ar livre e chinelos, como se vê muito por aí.  O resultado imediato  é  uma  epidemia  de  resfriados.

São  estas as  atitudes simples  que  mais previnem as doenças respiratórias, mais ainda do  que as vitaminas, fitoquímicos, sais minerais   ou qualquer fármaco, apesar dos primeiros serem também importantes para as defesas orgânicas, principalmente  após já  instalada a infecção.

meia1.jpg

Resumindo, esta é a regra geral: se você é saudável mas contrai muitos resfriados,  dores de garganta, etc.  e quer pegar menos resfriados, gripes e outras infecções respiratórias,  mantenha o calor, procurando se sentir no inverno  ou no tempo frio tão confortável como se estivesse em pleno verão ou no calor.

Além disso, aos primeiros sintomas da doença, aumente a quantidade de calor até se sentir novamente bem aquecido e  nunca esqueça de manter os pés também aquecidos.

 

Ao primeiro espirro ou aos sintomas iniciais citados, imprima mais calor ao seu corpo; ao segundo, mais calor ainda. Se ainda assim pegar a infecção, mantenha o corpo aquecido durante todo período infeccioso e ao final, se for necessário,  aplique a hiperventilação (técnica seguinte)  para evitar as complicações bacterianas.

Apesar da infecão permanecer muito  leve e benigna,  depois, você estará imunizado contra o vírus específico.

 

Entre 2004 e 2005, peguei apenas dois resfriados, sendo que um deles de propósito, para confirmar a proteção pelo calor na reversão.  Em 2006, não peguei  mais  resfriados.

Isto, alimentando-me normalmente, incluindo sempre frutas (uma laranja por dia), verduras e legumas e sem tomar qualquer medicação ou vitamina artificial, porém, aplicando sempre que necessário a técnica da reversão pelo calor.

 

Se todos no mundo aplicassem conscientemente a técnica da reversão  térmica para evitar gripes e resfriados, a economia feita com os  gastos em medicamentos, horas de trabalho perdidas,  ausências escolares, etc.,  daria para alimentar toda a humanidade e talvez, ainda pagar o tratamento da AIDS nos países mais pobres.  Isto, sem contar a diminuição dos óbitos relativos às doenças provocadas pelas   complicações bacterianas, principalmente   nos idosos  e  nas   crianças. 

reversao.jpg

solpoente.jpg